sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

15.08.08


Tem uma hora na vida que tu pensa que tu deve crescer. Tu pensa que tudo no que acreditava não faz sentido nenhum, e que na verdade eles estão ali dizendo aquelas coisas pra ganhar dinheiro. Aí você começa a ter preocupações de gente grande, e o teu problema não é mais o dever de casa que esqueceu de fazer. Tu se apaixona, tu se fode, tu acha que a vida acabou, mas não. Tu faz a primeira merda da vida, tu toma o primeiro porre, tu pensa em fugir de casa, enfim, tu cresce. Mas eles continuam lá, continuam dizendo as mesmas coisas. 5 anos depois, eles ainda pregam a paz, o amor e o respeito ao próximo. E tu te preocupa com que faculdade vai fazer, se vai conseguir se sustentar, teus pais brigam, teu amor não é correspondido, teu filho tá usando drogas, tua mãe não para de beber... tu cresce. E as fadas não vão te salvar, tu esquece de nunca parar de sonhar, que papo é esse? Tu esquece que a paz não custa nada, tu só vê guerra por aí!

Tu esquece de buscar dentro de ti o que te faz viver, esquece de tudo em que acreditava quanto tinha teus 10 anos de idade. Quando tua única preocupação era se quando os "Rebeldes" viessem pro Brasil você os veria, se a Roberta iria ficar com o Diego, se o Miguel ia esquecer da vingaça e levar a sério a paixão pela Mia. Aí tu cresceu mais um pouco... eles também. Lembra que tu vibrou de felicidade na primeira vez que eles vieram pro Brasil? Quando a "Roberta" cantou Garota de Ipanema e dançou funk no Gugu, quando o Diego andou de skate e tu quase te derreteu. Tu chorou junto com eles quando a organização de um evento saiu de controle e 3 fãs, fãs como tu, morreram na tentativa de vê-los. Fazia de questão de cantar as músicas em espanhol, mesmo eles tendo gravado os CDs em português. Tu te gabava de dizer: "sei falar espanhol fluente por causa do RBD!" Riu das fotos deles com o Lula, vibrava a cada prêmio que ganhavam.

Tu te gabava também de dizer pros fãs de outros países que o Brasil era o país preferido deles, e o único com dois DVDs. Torcia pro teu trauma ficar junto e quase chorava quando saía foto dos dois fazendo alguma gracinha. O Christian te ensinou a respeitar os gays, lembra? E assim foram, 5 anos. 5 anos onde tu conheceu as pessoas mais essenciais na tua vida - por "culpa" deles. Se não fosse eles, tu nunca teria feito um fake ou coisa do tipo, e eu nunca teria conhecido tanta gente que me apoia desde sempre. Eu nunca teria aprendido que pra valorizar o amor que tu tem por alguém, ela precisa estar longe...  Aí, tu te lembra do dia 15 de Agosto de 2008, quando, do nada, brotou uma notícia de que o RBD tinha acabdo. Como assim? Eu ri. Aí você vê Anahí e Christian chorando no vídeo, e chora junto, mais uma vez. 
Tua vida acabou? Não. Dentro do teu coração tu leva cada frase que eles disseram contra a violência, o preconceito, e como eles te ensinaram que a paz não custa nada, e que sonhar sempre vale a pena. Eu cresci, sim, deixei vocês um pouco de lado, sim. Mas é só ver uma foto ou ouvir uma nota de música, que eu me sinto de novo com uma criança de 10 anos, lá em 2005, que era a mais zoada por usar um boné com o símbolo do RBD. E é assim... e repete tantas vezes.


Vou crescer, mas o quanto vocês marcaram minha vida, o quanto fizeram parte dela, não tem preço, e vai ser inesquecível. 


Autor desconhecido / Comunidade REBELDE & RBD OFICIAL

5 comentários:

  1. Muito lindo o blog *-*
    com certeza eles fazem muita² falta :/

    ResponderExcluir
  2. Nossa, como eu era fã deles...
    Dia desse estava escutando as músicas deles e confesso que ainda sei cantá-las.

    ResponderExcluir
  3. Amor, eu peguei seu texto e coloquei no meu tumblr, tudo bem? sinceramente nao sei se é de sua criação, mas darei creditos a esse blog. Beijos.

    ResponderExcluir