sexta-feira, 24 de setembro de 2010


Muitas pessoas falaram mal de mim, me atiraram pedras, das flores, me deram os espinhos, me fizeram chorar. Mas hoje eu olho o mundo com outros olhos, e gargalho. Você se cortou com a própria faca, mordeu a própria língua e agora está morrendo com o próprio veneno.

Um comentário: