domingo, 26 de setembro de 2010

+ Livros

 Noite Eterna



É o primeiro ano de Bianca em Noite Eterna, um internato muito conceituado, em que seus pais insistem que ela estude para poder aprender e expandir os seus conhecimentos da sociedade. Em uma tentativa falha de fugir, ou pelo menos dar um susto em seus pais, Bianca conhece Lucas. Ele também não está feliz em estudar em Noite Eterna, e nem disposto a se tornar um dos garotos esnobes e arrogantes como os alunos lá presentes.

A garota percebe que com Lucas ela não precisa fingir e nem se esforçar para ser como os perfeitos do internato. Porém, ela começa a perceber que sua relação com ele será mais difícil do que imagina.

Voltei a ler uma série de vampiros. Foi estranho começar uma nova série, exatamente por conhecer um novo tipo de vampiros. É completamente impossível esquecer todas as que já li e “começar de novo”. Portanto não tenho como evitar comparações, mas vou tentar não fazer isso ao máximo.

O livro é narrado em 1ª pessoa pela personagem Bianca, fator que pode trazer uma das piores características de um personagem: a fixação e repetição de pensamentos, e ficar enrolando e remoendo algum assunto. Bianca me estressou um pouco no começo e toda a história tava me parecendo uma maior viagem. Não em relação aos vampiros, porque em boa parte do livro você não relaciona a eles.

A narrativa da Claudia é interessante, apesar desse meu problema com a personagem. Garanto que ela fica bem mais legal depois. O livro tem bastante suspense e tudo fica muito camuflado por boa parte do livro. Os personagens são interessantes, e se avaliar em um geral a história é bem montada.

Muitas explicações – como em todo ínicio de série – serão explicadas na sequencia. Só espero que a Claudia não enrole, e pelo menos que se tentar enrolar ela preencha com uma história bem trabalhada. No mais o livro não tem nada demais. É legal, prende por algum tempo e tal, mas não foi aquele que me fez virar fã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário