quarta-feira, 11 de agosto de 2010

A Musica da Minha Vida Parte I



Sinopse: Beatriz, mais conhecida como Bea era uma menina muito fofa, que adora compor música e ler bons livros. Ela também canta muito bem e tem ótimas amigas. Tudo muda quando ela conhece um menino novo. Romances, desilusões e muito mais. Isso tudo faz com que Bea amadureça. O resto você vai descobrir quando acabar de ler.
Gênero: Romance. 

-

Eu tinha acordado e aberto as cortinas. Estava um tempo horrível. O céu estava completamente cinza. Eu coloquei uma roupa qualquer, tomei meu café da manhã. Estava muito bom; foi sucrilhos com morango e açúcar. Depois escovei os dentes rapidinho, dei uma bagunçadinha no meu cabelo e esperei o ônibus da escola chegar.
Odeio ônibus da escola. É muita bagunça, gente gritando, berrando, e eu só querendo um pouco de silêncio para ler meu livro. Todo dia era assim. Às vezes eu não estava lendo e sim escrevendo músicas ou escutando músicas. A escola era total obrigação pra mim, eu tinha poucos amigos. Eu era meio excluída. OK. Totalmente. E eu não estava feliz por estar voltando as aulas, não gostava dos professores, nem da maioria das pessoas daquela escola. Aquilo me sufocava. Todo mundo querendo ser melhor que todo mundo, dinheiro, dinheiro, sexo, sexo. Bando de idiotas. Não tinha ninguém naquela escola que me interessava, nenhum garoto me chamava a atenção.
Minha primeira aula era de biologia, eu não gostava muito, mas a Jess fazia biologia na mesma sala que a minha. Bem melhor assim. O resto do dia passou voando. E o último tempo era aula de redação. E Lá fui eu andando pelos corredores, cheia de livros pra colocar no armário e correr para a sala. O corredor era enorme, e tinha muita gente. Eu estava andando muito rápido e de repente bati de frente com um garoto.

-Você não olha pra onde anda seu idiota? -Eu disse. Já pegando os livros do chão.-
-Me desculpe, deixa eu te ajudar. – Disse ele.
-Eu não quer... – nesse exato momento eu olhei pra ele. Esqueci o que ia dizer. Mas o que eu queria dizer realmente, era : você é muito lindo. Mas é claro. Eu não disse.
-Pronto. Quer que eu leve até seu armário?
-Ér, não obrigada.
-Você está indo para que aula?
-Re..dação.- eu ainda não conseguia falar direito.
-Redação na 101?
-Sim.
-Então nós podemos ir juntos pra aula né?
-Com certeza. – O que era aquele menino? Meu deus, ele era lindo. E tinha um cheirinho muito bom.

Nenhum comentário:

Postar um comentário