terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Desvende-Me


Esteja sempre onde eu estiver mas me deixe em paz de vez em quando, me segure pela cintura, mas não deixe que eu me sinta presa. Repare em meu cabelo e lembre-se de mim quando deitar em sua cama. Goste de conversar, mas me ouça sempre. Fique do meu lado em silêncio não me cobre atitudes não rejeite minhas palavras. Segure minha mão e acaricie devagar até que eu adormeça, me estude, beije minha nuca e me faça cócegas. Use um perfume só seu, que não me deixe te esquecer. Me mande bilhetes, mesmo que eu não os descubra. Ria das coisas que eu digo, mas me leve sempre a sério. Deixe-me ser a coisa mais linda que já aconteceu em tua vida, mas não me trate como um troféu. Não mude por mim, mas se adapte ao meu jeito de ser, não diga como eu devo agir. Surpreenda-me, seja bobo não idiota. Tenha paciência comigo, saiba o que quer e o que eu quero. Seja misterioso, me faça querer te desvendar. Desafio-te a manter-me loucamente apaixonada pelo resto dos meus dias, se falhar e eu me afastar não procure-me, se eu voltar aceite-me e diga que sentiu muita a minha falta. Se guarde somente para mim, não minta nunca. Valorize o nosso amor, aproveite-o. Não se preocupe com o que vão dizer só me ame e nunca se esqueça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário